Torta de abobrinha

Olá… que tal um lanche leve para o sábado a noite afinal as festas de final de ano se aproximam e é melhor dar uma segurada na boca. Esta é uma torta que fica bem úmida ideal para o almoço ou jantar, a receita original leva somente abobrinha mas eu fiz uma adaptação coloco metade da quantidade de abobrinha e a outra metade completo com cenoura ralada, sirva com uma bela salada de folhas e como hoje é sábado tá liberado uma taça de vinho branco gelado… afinal a gente não é de ferro!



Segue a receita original: Torta de abobrinha


Ingredientes:
8 colheres (sopa) bem generosas de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de amido de milho
1 xícara (chá) de óleo
4 ovos inteiros 
1 colher de fermento em pó

Recheio:
8 abobrinhas picadas
4 tomates picados com pele e sementes
1 cebola ralada
1 lata de atum ou sardinha (descarte o óleo ou reduza na quantidade de óleo da receita)
Tempere a gosto

Modo de preparo:
Em uma vasilha misture tudo delicadamente, tempere a gosto e só no final verifique se é necessário acrescentar sal. Despeje em uma forma untada e enfarinhada, leve para assar em forno médio por cerca de 45 minutos. Sirva quente.

Obrigada pela companhia,
Bjkinhas by Claudee!!!

Anúncios

Talharim com almondegas de linguiça toscana

Comidinha de quinta… que tal uma pasta com almondegas de linguiça?
Super fácil de fazer basta retirar a pele da linguiça e modelar as almondegas, você pode fritar, assar ou cozinhar as almondegas. Eu prefiro fritar e na mesma panela preparo o molho e deixo o molho apurar juntamente com as almondegas… super prático e fica uma delícia.
Sirva com uma massa de sua preferência e bom apetite!

Talharim com almondegas ao molho

Obrigada pela companhia,
Bjkinhas by Claudee!!!

Morando em um galpão

Hoje vamos falar sobre moradias alternativas… muitas vezes dizemos “ah se eu tivesse uma casa assim ou se minha cozinha fosse maior eu teria mais prazer em cuidar dela” … para já com isso.

A inspiração do dia: dá pra transformar qualquer espaço em um lar doce lar… vou contar uma experiência que tive quando menina; fui acompanhar uma amiga que ia levar uma cesta básica para uma senhora com quatro filhos chegando lá qual foi minha surpresa, o barraco que esta senhora morava era minúsculo mas tão arrumadinho, organizado e limpo que naquele momento eu disse pra mim mesma que nunca mais iria reclamar da minha casa ou da minha vida, é claro que a gente sempre quer mais este é objetivo da vida: evoluir sempre.

Por isso não importa se você mora em uma casa, barraco ou em uma moradia alternativa, cuide de seu lar, prepare uma comidinha com carinho… transforme seu cantinho em um refúgio.

Obrigada pela companhia,
Bjkinhas by Claudee!!!